Livros e Resenhas

Resenha – Quem é Você, Alasca? do John Green

Queridas Flores Rosadas,

Como vocês já vem acompanhando, desde do começo do ano estou tentando ler mais, a fim de melhor minha escrita, fala, interpretação…e também porque é uma atividade muito prazerosa! Na aba lateral do blog, tem um cronograma chamado “leitura atual”, onde compartilho com vocês, leitoras, os livros que já terminei, e os que ainda estou lendo, como forma de dividir meus gostos literários, e para indicar títulos legais. Sempre que encerro uma leitura, aviso, e pergunto se querem resenha. Então, hoje, teremos a resenha do livro “Quem é você, Alasca?”! Vamos começar?

IMG_6420

clogo (8)

  • Título : Quem é você, Alasca?
  • Autor :  John Green
  • Editora : wmf Martins Fontes.
  • Ilustrador : sem imagens.
  • Preço Aproximado : Uns R$ 25,00 a R$ 30,00.
  • Número de Páginas : 229.

Resenhando…

Primeiramente queria alertar que eu AMEI esse livro, portanto elogios desacerbados (que com certeza virão), são apenas reflexos de uma leitora encantada com a habilidade que o John Green tem de escrever livros tão belos, com uma riqueza invejável em detalhes e montagem de personagens, histórias, conflitos, dramas…é simplesmente maravilhoso.

Depois dessa declaração nem um pouco discreta ao Sr. Green, vou dar continuidade ao objetivo do post, o livro! É relativamente recente, e já possui trilhões de capas diferentes, cada uma nos remete a uma “passagem”, vamos assim dizer do livro. Acho muito interessante, como uma capa muda a concepção do leitor sobre a obra. Porque vamos combinar que uma capa bonita, é tudo, não é mesmo? haha Claro que nem sempre isso procede…mas, tudo bem.

O contexto da história gira em torno de Miles, um rapaz solitário, sem muitos amigos (para não dizer logo, nenhum amigo), reservado, e que tem um conceito de diversão, um tanto peculiar…bem, ele gosta de decorar as últimas palavras ditas por pessoas relativamente importantes para a sociedade. Ou não, vai do momento. Até que um dia, ele “decide” estudar em um colégio interno, a Culver Creek. A princípio, seus pais não gostaram, mas depois compreenderam suas razões , essas que podem ser interpretadas através da frase de Miles : “Estou indo atrás do meu grande talvez”, e digamos que ele realmente encontrou.

fdffddfd

O desenrolar da história se passa nessa nova escola, onde Miles acaba fazendo amigos ( amigos de verdade), o “Coronel” e a tão especial Alasca (tão especial que o livro tem seu nome…por que será, em? haha).  Na minha opinião, não teria título melhor! Pois a questão toda é justamente descobrir quem ela é ou foi. Por mais que o autor tenha exposto sua personalidade bipolar, rebelde, nervosa…, ainda assim,   não a deciframos  por completo. Creio que  conhecemos apenas o que a própria Alasca quis mostrar.

Romances, armações, cigarro, intrigas, bebidas alcoólicas, trotes, desejo, mentiras ,esconderijos…é o universo sobre o qual o livro está inserido. A tão criticada e amada juventude.E no decorrer do enredo, muitas questões como amor, amizade, confiança são discutidas  entre os próprios personagens , ou seja, são representadas situações do nosso dia a dia, claro que com uma visão mais exagerada e fictícia, ou seja, uma realidade alternativa, a tão almejada “realidade do John Green” ! haha

clogo (9)

O livro Quem é você, Alasca? é com certeza um dos meus livros preferidos, e que em breve  lerei de novo, quem sabe, algo novo me encanta, não é mesmo? haha Me surpreendi com a proporção que ele tomou, não imaginava que teria um final tão…bem, agora é com você! Se interessou pelo livro? Então o leia, e descubra a sua Alasca! haha Minha nota é ( de 1 a 5) : 5, claro! 

Beijos Floridos, e até o próximo post!

clogo (22)

Sou a Karen Letícia e, sim, Coral não tem ligação com meu nome! Desde 2013 tenho este blog para dividir meus pensamentos com vocês e tentar mostrar que a vida é um universo de possibilidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pular para a barra de ferramentas