Comportamento

Por que pensar pequeno?

Queridos leitores,

Em um mundo digital, onde tudo é tão intenso, instantâneo e fugaz,  a modernidade e o progresso caminham juntas, lado a lado. Todavia, em meio a tudo disso, me vejo diante de atitudes e posturas tão retrógradas que por alguns minutos do meu dia, fazem-me refletir sobre “os arames farpados” que cercam algumas  mentes, e que as levam a comentar e agir de maneira tão grosseira e estúpida com os demais indivíduos ao seu redor.

Se faz necessário relembrar que nós não somos uma ilha ( podemos até tentar nos isolar em nossos quartos, em nossos corações, no nosso mundinho), todavia, pensar que isso existe, é uma grande utopia. A grande realidade é que vivemos em coletividade, seja ela unida ou fragmentada, independente disso, a priori deve haver o respeito mútuo entre os que a compõe.

 Quem já me acompanha sabe que volta e meia bato nessa tecla, a  fim de instigar o seu  senso crítico e projetar uma reflexão sobre os parâmetros, padrões, esteriótipos, modismos, achismos…que persistem na sociedade. Cometer, assim como se omitir é ser condizente com um sistema opressor, preconceituoso e desumano que norteia a nossa comunidade.

IMG-20160319-WA0074
Imagem – @_proberto

Dessa forma, pensei muito em como poderia abordar o fato de recentemente ter lido por aqui ( leio tudinho que vocês escrevem, como meio de avaliar o feedback do post <3 ) comentários tão arrogantes e ridículos, de um nível tão baixo que me fizeram ler e rir da pessoa frustada e desocupada que o escreveu. Porque vamos combinar que ninguém é obrigado a acessar, ler, curtir…nem nada do gênero, não há em nenhum lugar escrito que é obrigado a concordar e a gostar do que aqui é exposto.

A mesma liberdade que vocês tem de expor suas opiniões nos comentários, eu tenho a minha de escrever sobre aquilo que acredito e não ser julgada ou recriminada por tais posicionamentos e argumentos. O blog é um espaço de debate e conversação, inclusive, geralmente abro a discussão para o tema abordado… o que deve ser pesado no momento de escrever e opinar é até onde vai essa permissão. Ela só deve ir até onde não influa ou atinja a liberdade do outro. 

IMG-20160109-WA0019
Imagem – @_proberto

Comentar com o intuito de agredir e desestabilizar é a pior maneira de usar das infinitas possibilidades do mecanismo de expressão. Pense bem, é muito melhor usar esse espaço para difundir valores e ideias, debater questões que precisam ser mais discutidas entre nós jovens, conhecer outros posicionamentos, argumentar com embasamento, desenvolver o senso crítico como um todo.

Há tantas formas de ter voz, que eu me pergunto a razão de algumas pessoas optarem em pensar tão pequeno e utilizar esse meio para gerar apenas intriga e ódio. Eu sinto muito por elas, pois cegas pela maldade, não são capazes de mensurar o que estão perdendo agindo assim. Principalmente, a chance de absorver conhecimento, e por meio dele, evoluir.

Beijos floridos,

Karen Letícia

——— – ———

Obs.: as imagens desse post são de autoria do Paulo Roberto <3

Siga ele no insta e se apaixone pelas fotos @_proberto

Sou a Karen Letícia e, sim, Coral não tem ligação com meu nome! Desde 2013 tenho este blog para dividir meus pensamentos com vocês e tentar mostrar que a vida é um universo de possibilidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pular para a barra de ferramentas