Comportamento,  Corpo e Saúde

Ponto de equilíbrio – vamos buscá-lo?

Hey galerous!

Muito se comenta sobre como devemos viver para conseguir alcançar o equilíbrio. Todavia, muitos acabam por buscar o limiar balanço “ideal” no mundo contemporâneo de equilíbrio…e vamos concluir que o TER em detrimento do SER é o que mais a sociedade valoriza e busca alcançar. Nesse sentido, nota-se que a noção de harmonia do ser humano permeia o materialismo e autorrealização, deixando de lado o eu interior, a alma, a mente.

O mercado de trabalho tornou-se um verdade Coliseu romano ( com feras bem piores) e que demanda muito esforço e desgaste para se inserir nele, como também para manter-se no seu posto. |aplica-se a escola, concursos gerais, firmas, comércio, etc| Conclui-se, portanto, que chegar ao topo, significa inevitavelmente, abrir mão da sua saúde, felicidade e claro, do equilíbrio que antes ( um dia) regia o sistema interno do seu ser.

É por essa razão que hoje venho propor uma reflexão sobre como anda nossas prioridades e top 5 em nossas vidas. Afinal, será que vivemos em equilíbrio?

Acredito que grande parte de vocês depois de pensar um pouco vão chegar ao consenso de que fazem muito mais aquilo que os tiram do eixo, do que aquilo que realmente os fazem bem. E sim, o dia a dia de quem trabalha ou estuda, de fato requer a realização de funções burocráticas/necessárias e que nem sempre são as melhores opções do mundo! Mas aí que mora o perigo! Até onde fazer o ‘correto’ é o mais correto?

Neste compasso, caminha o nosso equilíbrio. O ‘até onde’ não pode pisotear a harmonia e bem estar do seu corpo e mente. Estudar é necessário, mas em excesso, acarreta danos ao individuo de inúmeras maneiras, até porque cultivar relacionamentos e boas noites de sono também tem sua importância. Trabalhar demais é as vezes uma obrigação, mas saber o seu limite e separar um tempo para a família e pets é tão dever quanto!

Não estou julgando condutas e atitudes de ninguém, pois cada um sabe a rotina que tem e as razões por trás dessa vida agitada e estressante (em sua maioria). Meu papel aqui é simplesmente gerar debate e jogar a questão na mesa! Eu mesma muitas vezes me pego pensando sobre minha rotina e obrigações diárias e como elas afetam significativamente minha energia, meu sono, alimentação, humor, etc;

Tudo está interligado. Por isso, priorizar o nosso bem estar sempre deve ser nossa principal meta, mesmo que isso custe a louça esperar um pouco mais de tempo para ser limpa ou a matéria acumulada permaneça intacta na bancada.

Primeiro vem você, para que as funções externas que você precisa desempenhar sejam realizadas com qualidade, e devo avisar que as obrigações fluem muito melhor, e a produtividade aumenta bem mais quando se está feliz por dentro! Espero que a partir desse texto, você se motive a cuidar de si mesmo e colha bons resultados dessa atitude.

Um beijo florido, Karen Letícia.

 

Sou a Karen Letícia e, sim, Coral não tem ligação com meu nome! Desde 2013 tenho este blog para dividir meus pensamentos com vocês e tentar mostrar que a vida é um universo de possibilidades.

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pular para a barra de ferramentas