• Comportamento

    Amar é um pouco complicado #4 – O que há entre nós dois?

    HEY GALEROUS!

    Se tem um post que faz sucesso aqui no blog são os da série “Amar é um pouco complicado” . Por alguma razão falar sobre amor e todo sentimento que vem junto no pacote ainda é um tema que gera identificação, de quem lê, vocês galerous mios, mas também por parte de quem escreve. Já disse muitas vezes que nem sempre esses textos refletem meu estado de espírito, todavia, sempre que os leio e escrevo acabo refletindo sobre meu coração e o rumo que estou levando dele.

    Então, é um aprendizado reciproco e com este de hoje espero alcançar muitos corações que estejam precisando ouvir exatamente o que venho falar. Leia ouvindo esta canção belíssima que já virou parte da minha trilha sonora!


    Afinal, o que há entre você e ele(a)?

    Muitas vezes reclamamos ao universo o porquê de não termos uma pessoa especial para compartilhar nosso amor. Vemos nas redes sociais e até mesmo pelos ruas uma infinidade de casais apaixonados e pensamos se um dia vamos encontrar o parceiro(a) ideal que coexista na vida real,porque de sonhos já vivemos toda vez que assistimos uma série ou filme.

    Nessas horas de lamentação e crise existencial, aconselho a pensar por um outro ângulo. Será que você anda deixando seu coração aberto para as outras pessoas o verem? Talvez ele esteja bem escondidinho debaixo de muitas camadas de armadura contra decepções e machucados.

    Se for esse o caso, realmente não te julgo. Proteger-se contra futuras e quase certas decepções, tropeços e erros, é a maneira mais fácil de evitar problemas e sofrimentos. Por um tempo também achei que esta fosse a melhor forma de continuar. Todavia, viver essa vida não é fácil, fugindo ou não, porque amar e ser amado é inevitável.

    “Não dá para escolher se você vai ou não vai se ferir neste mundo, mas é possível escolher quem vai feri-lo”, John Green.

    No fim, acredito que ele esteja certo. As pessoas que permitimos que entrem em nossas vidas não vem com a garantia de felicidade plena, mas sim, com a esperança de felicidade, e é nessa gota de risco que devemos mergulhar de vez em quando – se não, sempre que puder. A vida já vai te dar muitos sustos, e quando alguém está disposto a estender a mão, segure-a e veja até onde ela pode te levar. Deus acrescenta na sua o que nela carece, então seja sábio para decifrar o que lhe está sendo dado!

    Permitir-se é uma ação bela de escrever e mais ainda de se viver. Permitir-se amar sem obrigações e regras ( impostas por terceiros) é a forma mais sublime de se descobrir como pessoa, e o que realmente você sente por quem está ao seu lado. Tempo, outra variável importante, saiba que ele é necessário para curar e sanar qualquer dúvida que você esteja sentindo no seu interior, e as respostas irão aparecer gradativamente, e o que estiver acontecendo entre você e ele será esclarecido.

    O conselho que posso dar é que não corra no amor, aguarde. Não se cobre sentir isso ou aquilo, ou mesmo fazer algo. Talvez o mais difícil seja não criar expectativa sobre o outro, e aprender a viver o momento. Lembre-se, a vida é um conjunto de momentos, por isso esqueça os ruins, guarde os bons e viva e relembre sempre os melhores!

    Beijos floridos,

    Karen Letícia.

  • Comportamento

    Amar é um pouco complicado #3 – Desencontros

    Queridos leitores,

    CRÔNICAS! Vocês sempre pedem posts dessa série sobre amor, então bora lá!  Espero que gostem, mas lembrando que se tratando do enredo, qualquer semelhança ou identificação pessoal é mera coincidência, é apenas uma história, então aproveitem a leitura.

    ps : Aconselho ler escutando a música “Already Gone – Sleeping at Last

    tumblr_static_tumblr_static_chglz0f0xxk4sokgksc4000sc_640

    Hoje não foi um dos melhores dias : tinha sol, mas não teve calor. Tinha saudade, mas não teve abraço.Tinha planos, mas não deram certo, e no meio desses desencontros, tinha eu e você.

    Sim, planejamos o mundo, mas ao chegar a hora, o mundo não quis planejar conosco. Culpo o destino. Culpo o universo. Culpo a todos, mas ao parar, vejo que ninguém fez nada para atrapalhar, apenas não deu certo.

    2016-01-26-08.32.58-2.jpg.jpeg

    A verdade que lhe conto, que muitas vezes parecem desculpas, são as mais sinceras desculpas que eu poderia inventar, “é tudo verdade nas minhas mentiras” como já diria a canção. Acredite.

    Torço para que nosso encontro seja mágico. Seja especial. Mas que acima de tudo, seja  algo que eu possa me lembrar com carinho, e sem notar, abrir um sorriso no canto do rosto toda vez que isso me vier a mente. Afinal, quero me lembrar de você, como espero que se lembre de mim. De nós.

    Agora percebo que não houve culpados. Houve só nós dois catalisando nossos esforços na mesma direção e sentido….

    Processed with VSCOcam with b5 preset

    Nessas horas, gostaria que tudo fosse como um problema de física, em que anulamos as forças que atuam sobre os corpos, e os deixamos livres para serem quem bem quiserem, mas talvez, para a nossa sorte, a vida não segue essas diretrizes, e por essa razão, temos a chance de lutar contra elas. Posso te falar uma coisa? Estamos indo no caminho certo.

    Acredito que somos capazes de buscar nossos sonhos, e se ambos querem, um dia há de acontecer. O tempo tem o poder de orientar tudo, e nele que me agarro, pois “amanhã é um outro dia”  e se hoje não deu certo, enquanto houver amanhã, não desistirei de te encontrar…sei que está bem ali, em algum lugar  a minha procura.

    Espero apenas que você não desista de mim. Não desista do nosso talvez.

    Beijos floridos,

    Karen Letícia.

     LEIA TAMBÉM :

    • Ele é só um cara! – aqui
    • Sentimentos entrelaçados – aqui
  • Comportamento

    Amar é um pouco complicado #2 – Ele é só um cara!

    Queridos leitores,

    Resolvi repeti a dose, e novamente falar sobre o amor e suas complexidades, só que dessa vez, mais voltado para as meninas, porque não tenho uma mente masculina para me basear para desdenhar sobre esse tema, ok? Espero que entendam, e caso gostem, deem like ou deixe seu comentário no final do post, ficarei muito grata!

    —— —–

     O que esperamos de um novo amor : a perfeição ou apenas paixão? Leia mais, e escolha sua opção.

     

    Encontrar o grande amor da nossa vida ~se é que de fato ele exista~ é um dos dilemas mais antigos que os jovens amantes se veem reféns. Uma  prova disso, são os poemas clássicos com suas tragédias amorosas, como o Romeu e Julieta de Willian Shakespeare .

    Refletir com quem nos envolvemos, e observar se eles realmente são os rapazes certos para nós é uma questão delicada, e um tanto filosófica. Até porque : o que é ser a pessoa certa? O que é encontrar sua “metade da laranja”?  Perguntas as quais ficam no eco… pois são inexplicáveis. E se formos pensar bem, não haveria mesmo respostas.

    2016-01-26-08.33.01-2.jpg.jpeg

    O adjetivo “certo” trás consigo uma carga de perfeição, e como sabemos, nada é um conto de fadas, então os sapos que encontramos pelo caminho, não viram príncipes com um beijo. A grande questão que hoje exponho a vocês é que eles não precisam mesmo virar. Parece difícil, e de fato é, mas temos que tentar aceitá-los do que jeito que são, porque nós mesmas não somos perfeitas, e dessa forma, não podemos esperar que os outros sejam.

    Essa cara que invade nossos sonhos  não precisa ser tão “idealizado”. Às vezes,  projetamos algo fora do nosso alcance, devido assemelharmos eles a príncipes que sempre sabem o que dizer e como agir. E a medida que sonhamos mais, tornamos a nossa felicidade ~que não necessariamente está ligada a estar com alguém, saiba dar boas risadas na companhia de si mesma~ inalcançável.2016-01-26 08.47.45 1

    Como isso só nos frustra, o conselho que lhes dou é : desencana garota, esquece esses esteriótipos de filme americano! O “Troy” do High School não passou na impressora duas vezes, então esquece a possibilidade de esbarrar com ele na rua,tá? Depois, lembra que trata-se de pessoas de carne e osso, e não marionetes as quais podemos  moldar ao nosso bel prazer. E ainda digo mais, o grande amor da sua vida, antes de ser “o grande amor da sua vida”, é uma pessoa normal.

    Isso implica dizer, com  defeitos e frescuras, medos e fraquezas. Além de claro, qualidades e experiências, costumes e valores.Os quais te fizeram se encantar por ele, e admirá-lo como pessoa, para depois, como algo a mais. Uma característica, uma habilidade, um gesto, uma expressão. Detalhes. 

    2016-01-26-08.33.00-2.jpg.jpeg

    É aí que você se dá conta que o que te une a ele são detalhes, e que fantasias não seriam suficiente para preencher o espaço que ele ocupa em seu coração. Por isso : criemos menos expectativas, deixe a vida te surpreender; não espere demais, corra atrás do que almeja; pare de apontar tanto os defeitos dos outros, enxergue os seus primeiro; e por fim, não tenha pressa, porque sempre há tempo para amar, e talvez, esse não seja o seu “pra sempre”,porque pra sempre é muito tempo, e ele é só um cara. 

    Beijos floridos,

    Karen Letícia

  • Comportamento

    *:・Amar é um pouco complicado #1 – Sentimentos entrelaçados.

    Queridos leitores,

    Primeiramente, desculpas por ter deixado o blog tão desatualizado esse mês. A correria de “final do ano” atrapalha todo o planejamento de posts e acabo que não tenho tempo de sentar e escrever sobre os assuntos que me rodam os pensamentos e que clamam para sair de dentro da minha mente…e hoje, do coração.

    Não que eu já tenha vivido inúmeras experiências amorosas (não mesmo rsrs), mas não é preciso para saber que amar é, e sempre será a principal razão pela qual viver. Independente da origem, da pessoa, da intensidade…o amor transforma e nos motiva a crescer, como pessoas e apaixonados.

    Todo mundo já sentiu um arrepio ou borboletas no estômago ao se aproximar daquela pessoa especial. A voz fica trêmula, as palavras parecem não fazer muito sentido e tudo que está em nossa volta vira mero figurante. É uma sensação que os clichês tentam explicar, mas só sentindo mesmo para entender.

    Foto: Karen Letícia

    Todavia, muitas questões dificultam essa paixão de fluir. Porque vamos combinar que o amor é um pouco complicado. Mas pensando bem,  também se não fosse qual seria a graça? Aí não seria amor…

    Quando eu era pequena,  acreditava que “amigos” se resumia a ter amigas, e só. Nunca me imaginei sendo amiga de um garoto…Antes era estranho pensar nisso, parecia surreal. Mas com o passar dos anos, adquirindo novas experiências, essa ideia foi cedendo espaço para outras concepções.

  • Tags e Especiais

    2 anos de Coral Rosado! + Blog de cara nova!

    Queridíssimos leitores,

    ( hoje é um dia muito especial)

    Lembro-me como se fosse hoje, dia 06 de dezembro de 2013, tinha ouvido falar por alguma blogueira da época que a melhor platarfoma era o WordPress, palavras dela : ” no início é meio complicadinho, mas depois vira o seu melhor amigo”… pois é, hoje eu sei que ela tinha razão.

    Em pleno tédio das férias, sem saber ao certo o que fazer com tanto tempo livre, por um súbito de criatividade, decidi criar um blog, assim bem no impulso.

    Da para acreditar que já se passaram dois anos desde a minha primeira publicação aqui no CR? Eu não consigo, juro. Parece que foi ontem, mas não foi ontem…na verdade, muita história rolou desde aquele dia. Histórias essas, que cada um de vocês acompanhou do outro lado da tela. Tenho muito orgulho de tudo que trilhamos juntos, e por isso… veja o vídeo abaixo :

    hahahahaha ~essa sou eu vomitando felicidade em comemorar nosso aniver~ hahahaha

    O blog passou por inúmeras mudanças de layout ( pessoa indecisa aqui falando, oi, oi),  várias séries foram criadas, como a playlist , amar é um pouco complicado, #PenseiOpsFalei, etc, tivemos participações especiais e tantas outras que tornaram sua visita no blog muito melhor.

  • Livros e Resenhas

    Resenha – O Teorema Katherine do John Green

    Queridos leitores,

    Agora em férias, estou me focando para ler os livros que tanto adiei a leitura durante o ano ou dando atenção áqueles que a correria não permitia…Dessa forma, muitas resenhas estão por vim, aguardem!

    Bem, mais uma vez o John me encantou com uma trama ( bem crazy, por sinal) e muito bem elaborada, com aquele ar “intelectual” que não tem como não se apaixonar pelos personagens e todo o contexto que eles estão incluídos. Inclusive, esse livro conta com os rodapés mais instrucionais que eu já vi. haha

    clogo (8)

    • Título : O Teorema Katherine.
    • Autor :  John Green.
    • Editora : Intriseca.
    • Preço Aproximado : Uns R$ 30,00 a R$ 35,00.
    • Número de Páginas : 304 páginas.

    661

    Nossa história começa com o fim do relacionamento de Colin, personagem principal, com sua nonagésima namorada, chamada Katherine. Sim, tenho que reforçar que todas as suas ex namoradas, atual e futuras sempre terão o mesmo nome : KATHERINE. Não estamos falando de Karina, Katarina ou muito menos Karen, e sim, Katherine.

    Colin é   muito inteligente, e suas frases e ações veem acompanhadas quase sempre por um anagrama ( que só lendo o livro para compreende-las, e as vezes, nem assim), mas que resumindo, são organizações diferentes das palavras, e que no contexto, ganham novos significados. A partir dos trejeitos que o autor fornece sobre ele, nota-se que possuiu grande dificuldade de se relacionar com as pessoas, e isso fico mais evidente em relação a sua vida amorosa ( ele sempre leva o pé na bunda).

    Seu maior sonho é se tornar um gênio, e para isso, precisa fazer algo grandioso ( estupendo) para que todos notem suas habilidades intelectuais ( como falar latim fluente, tá?). E com essa motivação ( e desculpa) ele pega o carro junto com seu amigo Hassan e se jogam na estrada sem destino certo! Mas que no fim das contas, de um jeito torto, é o que conserta tudo.

    660

    Até que sem pretensão nenhuma, eles param e ficam por um tempo numa cidadizinha do interior, onde descobrem que a vida é muito além de “ganhar um prêmil Nobel” ou “ser importante, lembrado”, na verdade, construir laços com as pessoas é a melhor forma de não ficar sozinho nesse mundo.

    Ou seja, mas vale se permitir amar e ser amado, do que se fechar no seu casulo e esquecer do resto. E aí que entra a Lindsey, uma garota muito bacana e que tem uma mãe super auto austral e um namorado cafajeste…muita coisa vai rolar! E outra, quando você menos espera, uma nova paixão pode surgir. O amor é um pouco complicado, mas os horizontes se abrem quando não se está obcecado em encontrar uma Katherine perfeita…

    E no decorrer desse enredo cheio de aventuras, amor e muitos anagramas, o Colin arranja tempo para se dedicar a uma projeto, o chamado “Teorema Katherine” que consiste em provar através de cálculos matemáticos quem é mais provável de terminar o namoro (já imaginou? Ui).

    clogo (9)

    De 1 a 5…minha nota é 5, porque todo esse contexto do livro me motivou a querer saber como a história iria terminar, e para minha sorte, amei o desfecho…espero que vocês também! Gostou da resenha? Então compartilha em todas as redes sociais!

    Qual a sua opinião sobre o livro? Deixe nos comentários abaixo, e bora conversar sobre!

    Beijos floridos,

  • Músicas e Playlists

    Playlist da semana! #9

    Queridos leitores,

    Tem séculos que não compartilho com vocês as músicas que estão mais tocando no meu ipod/celular, não é mesmo? Todavia, esses dias outras pautas foram abordadas por aqui,  e a playlist cedeu espaço para assuntos como amor, Youtube, férias, e tantos outros.

    sssdsdsdsdsdsd

    No post de hoje, resolvi tirar esse atraso e preparar um playlist super bacana com os rits que não canso de ouvir, e a minha mamãe já não aguenta mais!  Vamos começar? Espero que gostem!

    clogo (3)

    https://www.youtube.com/watch?v=yZAUyIbeC20

    | ME LEVA A SÉRIO – Anitta , pessoal o que é isso?! Ela arrasou nesse novo álbum, chamado “Bang”, assim demais mesmo, as músicas estão muito boas. Estou escutando ele todo dia! Se eu pudesse, colocaria ele TODO aqui…hahaha Mas sem brincadeira, “…me leva a sério…por favor…” , e continua a playlist aí!

    | IF I CAN´T BE WITH YOU – R5 , escolhi a versão acústica, pois achei mais dinâmica e descontraída, até para vocês se familiarizarem com a banda. Os R5 são incríveis, e suas músicas são ótimas, vale a pena dá uma checada no Youtube e conferir o trabalho deles. Essa música em especial, escuto na versão remixada, mas me surpreendi com essa outra versão, nota 10.

    | ENVOLVIDÃO – Rael ,  vocês que me acompanham há um tempo, sabem que nas minhas playlist temos músicas bem ecléticas! haha Nesse caso, um rap com uma batida de pagode me conquistou de jeito, fiquei vidrada com o ritmo, acabei viciando, “…não vou mentir, fiquei envolvidão…”.

    E mais, se vocês prestarem atenção, a letra aborda a “posição” que a mulher moderna ocupa na sociedade, se contrapondo com os valores tradicionais “…  ta pensando que ela é fácil rapaz? Ela não é como aquelas minas, tanto fez tanto faz…”, pois é, estamos cercados de ideologia!

    | SORRY – Justin Bieber ( PURPOSE ), primeiramente, hahahaha. A música não para de tocar no meu celular, o Justin foi extremamente feliz quando a lançou. Sério mesmo, ela gruda na mente e quando você vê, já está cantando! Escolhi esse vídeo, pois  o clipe foi muito bem elaborado, a coreografia é estupenda, e óbvio, bem DIVERTIDO, achei que era válido ser compartilhado por aqui.

    | CAMISETA – Manu Gavassi, pois é “crushes” por aí, essa música foi tipo um TCHIBUM na cara de vocês! E u sou fã da Manu, desde o tempo do “Garoto Errado”, e as demais músicas dela embalam minhas paixonites teens…faz o quê? Ela consegue, através das suas letras retratar exatamente o que é está a apaixonada! E com esse novo single, não foi diferente. Sabe aquela “peça” que te faz lembrar um ex? Ahhh use-a e saiba rir da coisa toda, afinal, outros virão!

    | JUST A KISS – Lady Antebellum, confesso que essa foi a música mais recente da minha semana, mas nem por isso, é a minha menos ou mais favorita, tá? haha Pelo contrário, de todas, é a que eu estou mais apaixonada (juro). Sabe quando você escuta uma música e ela te faz pensar  naquela pessoa especial? Ahhh, exatamente essa sensação! 

    Espero que tenham gostado da seleção, e que elas  consigam alegrar  seus dias, assim como veem agradando os meus.

    COMENTA aqui em baixo qual a que você gostou mais, vou amar saber!

    Beijos floridos,

    clogo (22)

     

Pular para a barra de ferramentas