Colégio

Dicas de como sobreviver a ele.

  • Faculdade

    Quadro de horário para baixar!

    Queridos quarenteners!!

    Hoje acordei inspirada em transformar nossas rotinas. torná-las mais leves em meio a tantas incertezas nessa quarentena; Por isso, assim como já havia feito anos atrás ( nesse post aqui), criei quadros digitais que podem ou não serem impressos para uso de vocês! A ideia é conseguir unir organização com criatividade…e um design bem legal! Tentei diversificar as cores e estilos, esperando que um deles te agrade. 

    Ademais, vocês podem preenchê-los com os horários das aulas, ou momentos destinados a lazer, exercícios, estudos diários…semanalmente! E caso utilize algum aparelho digital, tem a opção de preencher com canetinhas – fica lindo também!! Usem da criatividade de vocês, o importante é conseguir manter o foco e se sentir bem com essa nova rotina em isolamento. 

    Espero que gostem e se quiserem, ao baixar, me marca no instagram ( @coralrosado_) ou com a hashtag #kaleartes que com toda certeza irei curtir e compartilhar! Fiquem em casa e se protejam, pois saúde é algo muito valioso…

    O que querem ver por aqui? Deixem nos comentários! 

  • Comportamento,  Faculdade

    Diário da Quarentena #1 – Amantes de rotina

    Queridos leitores / quarenteners,

    Nem preciso dizer que estamos vivenciando uma realidade atípica, a qual, acredito eu, tem nos levado a momentos de reflexão sobre nossas vidas, prioridades, comportamentos…e mais, vejo esta transformação pós pandemia, seja no fato da maior preocupação com a higiene ou na preservação de momentos com as pessoas que amamos. Tudo vai mudar. Ou pelo menos, nós mesmos vamos. Eu vou.

    Por estarmos isolados em casa, a maioria tem descoberto dilemas e anseios típicos de uma vida solitária. A quarentena tem perturbado a sanidade e o coração de muita gente, inclusive, a mim mesma. Eu, que sempre fui muito caseira, estou sentindo falta da convivência e principalmente, da rotina.  Falando em rotina,  pelo menos para mim, é sinônimo de paz interior. Ter um planejamento das minhas semanas e em como irei distribuir meu tempo é uma sensação de controle que particularmente, eu aprecio. Isso porque, organizando meu tempo, sinto que as coisas fluem mais e não me sinto tão pressionada com os afazeres pois consigo ver, nitidamente, que tenho tempo para fazer tudo! ( o lance é só não dar chance para a preguiça reinar…).

    A meta era manter um ritmo bom de estudos – pelos menos não jogar tudo para o ar. E devo decepcionar vocês, mas só durou nas primeiras semanas. Vendo que não estava rendendo, optei por curtir ( do jeito que consegui) minha folga…inclusive, por ter descansado o cérebro de tanta informação da faculdade, hoje, consigo sentir falta dela. Na quarentena, minhas férias do meio do ano foram adiantadas, então sim, eu estava em férias durante estes dias de isolamento. Se por uma lado, para a vida acadêmica é ótimo, visto que  não haverá atrasos da minha formação ( pelos menos, não a primeiro momento). Por outro, quebrou totalmente a vibe de estudos que praticamente todo mundo construiu nesse período. Não tem jeito, estudar em casa – ou melhor, somente em casa – é uma luta diária e constante contra a procrastinação. Sem contar que a maioria das pessoas que teve que se adaptar ao “home office” tem lidado com a dificuldade de separar o momento de produzir e relaxar.

    Agora que minhas aulas vão retornar, via EAD, temo que estas preocupações e dilemas vão se tornar uma realidade. É preciso reforçar, claro, o privilégio que é poder estar em casa. Isolar-se da contaminação e proteger o nosso bem mais valioso, a saúde. Teremos todos que aprender a trabalhar e estudar em casa- no conforto do nosso lar.  Por isso, pensando em como me motivar para essa nova rotina que me aguarda… separei alguns tópicos que fazem do estudo/trabalho em casa serem legais e benéficos! Espero que de alguma forma, ajude vocês a se motivarem também e passarem a enxergar o lado bom nessa vida na quarentena ( sempre tem algo de bom).

    ASSISTIR AULAS NO CONFORTO DE CASA

    Tem coisa melhor que simplesmente acordar e não ter que se apressar em se arrumar e tomar um bom café da manhã? Sem contar que não ter que enfrentar trânsitos ou estresses para ir para faculdade são ótimos benefícios. Sem contar o conforto de poder escolher o cômodo e a “cadeira” nos quais iremos assistir nossas aulas. De preferência opte por um ambiente calmo, confortável e que, nesse contexto, tenha uma conexão com o wi-fi mais estável.  Fora isso, seja no sofá, na cama ou na bancada de estudos, o importante é marcar presença na aula! 

    MAIS TEMPO LIVRE (OU NÃO)

    É fato que não ter que ir e voltar da faculdade, além do que mencionei, ainda poupa muito TEMPO do seu dia a dia. Fora que não ter que acordar “tão cedo” nos acrescenta mais horinhas de sono e isso não tem preço! é vida! ( literalmente viu?) Todavia, mais tempo é obvio que teremos, o lance agora é se organizar bem para não perdê-lo porque é muito fácil se deixar levar pela comodidade de estar em casa e não ter “aquele” incentivo externo que o ambiente de trabalho ou de estudo fornecem. Por isso, aconselho criar um ambiente, e válvulas que reforcem o fato de que agora é hora de se produtivo e agora não.

    SUA ROTINA DO SEU JEITO!

    Se não fosse pela pandemia, tenho quase certeza que em algumas aulas ou em todas, você preferiria estar em casa assistindo a ela. Simplesmente é mais cômodo e relaxante aprender quando se está em um ambiente que lhe agrade. Além disso, fora as aulas ao vivo e atividades sincrônicas, o resto do tempo é seu e você comanda os horários e tempos gastos com seus estudos. É seu momento de agarrar as rédias da sua vida e organizar sua própria rotina, sem que a faculdade domine-a como de costume.

    PIJAMA NOVO UNIFORME ?

    Aí fica no ar. Você é Team Pijama ou Team Uniforme? O tempo dirá como eu vou me adequar…de certo, irei optar pelo conforto e o que for mais prático. Mas caso você encontre mais motivação se arrumando ( tenho isso as vezes), pois então  invista nisso. O objetivo é se sentir bem.

    INTERVALOS MAIORES

    Entre uma aula e outra, os intervalos são maiores que antes. Use isso a seu favor. Estude para a proxima aula, revise a aula vista…agora temos mais tempo para isso, e como você já está em frente ao computador, por que não né? Só não vale esquecer da aula!! kkkkkkkk Em contrapartida, com intervalos maiores, as pausas para lanchar, se alongar e até mesmo, se distrair se tornam mais frequentes, o que é muito bom. Inclusive, dá até pra tirar aquele cochilo e não perder o foco durante aula!

    BYE BYE PESSOAS TÓXICAS 

    Conviver é algo que sinto falta, mas de certas atitudes humanas não mesmo! Não que eu tenho inimizades, não tenho, ou pelo menos, procuro não fortalecer essas relações negativas na minha vida. Quando falo tóxicas, me refiro a qualquer pessoa que não lhe traz bons sorrisos e energias boas entende? A boa notícia é que a distância lhe ajuda a se desintoxicar e te mostra quem são as pessoas que somam na sua vida, essas você precisa se esforçar para manter por perto. Uma rede de apoio forte é tudo!

    Nao sei se este diário vai ser atualizado sempre, temo que não por conta da faculdade. Achei interessante criar mesmo assim, a fim de demonstrar que está todo mundo no mesmo barco e não, não é só você que passa por isso ou aquilo. Estamos juntos – mesmo não estando fisicamente. A cada dia mais, vejo o quanto é importante reforçar laços genuínos e fomentar no outro, o que queremos reforçar em nós mesmos.

    Como está sua quarentena? Previsão de quando termina? Deixem suas apostas abaixo nos comentários.

  • Faculdade

    1/12 de um sonho concluídos

    Eu ainda não acredito que um semestre se passou e com ele, meu primeiro período de Medicina também. Foram tantas lutas para alcançar minha vaga, que ter concluído essa etapa de 12, concretiza tudo. Pois é, eu passei mesmo e daqui para frente, novos desafios estão por vir – e olha que nesse curso o que mais tem é desafio e superação – antes, durante e depois. Decidi fazer um apanhado geral de como foi organizado esse semestre, como funciona na minha faculdade e por fim, o que eu achei até aqui do curso, da metodologia ativa… se gostarem, posso ficar fazendo posts mais específicos! ( é só pedir!)

    PRIMEIRAS SEMANAS

    Hoje em dia, está bem em alta na mídia dos studygrams explicações sobre a metodologia PBL – que basicamente, consiste no ensino e aprendizado mais autônomo do estudante, retirando do professor o papel de conduzir o aprendizado nas salas de aula, cuja função agora se torna apenas auxiliar a obtenção desse conhecimento base, por meio de aulas reduzidas, invertidas e até virtuais. A ideia é que o aluno, por meio de casos clínicos semanais, tenha as ferramentas necessárias e com auxílio de um mentor, seja capaz de buscar seu próprio saber.

    Nas primeiras semanas, minha faculdade tem a tradição de organizar uma “semana do calouro” que tenta instruir o aluno sobre a rotina, aspectos humanos, apresentação da equipe docente e pedagógica e ainda, conta com diversas palestras sobre temas que convergem com a própria Medicina. Mas devo alertar que a realidade da rotina e a metodologia do curso a gente só descobre e entende mesmo na pele – vivenciando dia após dia, lidando com nossos erros e dificuldades e claro, nos motivando com nossos triunfos diários.

    PBL E AS MONITORIAS

    As aulas com professores se tornaram conferências semanais rotativas. Os horários da nossa grade , assim, são compensados pelas monitorias. Você vai ouvir muito falar disso, futuro aluno rs. Uns amam, outros nem tanto. Confesso que inicialmente eu também não gostei – porque eu ainda estava integrada no método tradicional (professor-aluno) , mas tudo é questão de se permitir adaptar-se, e aos poucos, você vai notar muitos benefícios desse arranjo. As monitorias são grupos formados pelos alunos – que passam por processos seletivos e de preparação, para estarem aptos a nos guiar e apresentar conteúdos, assim como tirar nossas dúvidas!

    Sem dúvidas, meus monitores foram parte fundamental para que eu sobrevivesse ao dia a dia da faculdade e soubesse lidar melhor com os novos conteúdos e livros para estudar. Por serem alunos como eu, só que de semestres acima, a gente se sente mais acolhido e até mesmo assuntos difíceis ganham outra conotação pois são transmitidos por pessoas que como nós, também tiveram dificuldade de aprender – e não tentam esconder isso – e conseguiram e hoje nos ajudam a estudar!

    MATÉRIAS E PREFERÊNCIAS

    Nesse período eu tive no total de cinco matérias : Biomorfo I ( dividido em três componentes – macro, micro e tutoria); Primeiros socorros; Saúde Coletiva I; Metodologia Instrumental; Saúde Mental. Como puderam ver, algumas dessas matérias ainda irão me acompanhar pois graduadas em I, II…outras, no entanto, são específicas desse período.

    Dentre elas, temos duas bem diferentonas e que de maneiras distintas, porém importantes, marcaram minha vida- saúde mental e primeiros socorros. Vamos por partes…Saúde mental se explica por si só não é mesmo? rs Medicina é um curso integral e bastante intenso. Além do montante de conteúdos e habilidades requeridos, a cobrança de excelência começa desde a graduação. Por essa razão, minha faculdade adicionou a grade curricular, sendo componente obrigatório do primeiro semestre, com intuito de nos mostrar, desde o início, que é sim possível cuidar de nós, antes de aprender a cuidar do outro. Nela, tivemos 4 módulos – meditação, arte, literatura e música, com profissionais de cada uma das áreas e que, a cada semana, nos faziam relaxar, sorrir e conhecer mais de nós mesmos. Foi muito importante e necessário.

    Já Primeiros Socorros foi um misto de amor e choro. Taí uma matéria que te modifica – para melhor – a cada semana. Vou te falar, é literalmente, uma superação atrás de superação. Você começa os treinamentos achando que nunca vai dar conta de atender o paciente em um tempo delimitado, e passadas as simulações e longos treinos e estudos, você não só consegue atender o famoso “XABCDE” ( atendimento inicial a vítimas de trauma , que segue uma ordem de prioridade de ações e condutas) como também realiza um parto de emergência! É extremamente gratificante observar minha evolução não só em termos de nota, mas principalmente como pessoa.

    PS – para os íntimos rs – é uma lição de vida. O medo inicial até de atrapalha nas primeiras situações -teste mas depois, é ele que te impulsiona a superar suas próprias limitações e inseguranças. Você aprende com as aulas, a rotina de treinos e com as experiências dos monitores e aspiras, que nada é impossível, e mais, você é capaz de fazer tudo, basta correr atrás e se dedicar. A matéria te faz ganhar resistência física e emocional, além de te conceder uma prévia do que a Medicina irá exigir. Sou extremamente grata.

    As matérias básicas como anatomia, matéria que todo estudante de Medicina comenta a respeito, vocês já estão cansados de saber né? foi super interessante e desafiador de estudar – gente, são MUITOS nomes para gravar em pouco tempo!!!! Te adianto que se você olhar bem, no nosso antebraço existem quinhentos mil músculos…rsrs!

    O que posso comentar é que de fato, estudar o corpo humano por meio do corpo humano – propriamente dito – é sensacional e gratificante. Por vezes, senti algum desconforto quando a “peça cadavélica” era mais conservada, mas ainda sim, é bem possível aprender e não esquecer que aquela vida significou muito para alguém/s e que agora, significa muito para mim.

    ESTUDOS E PLANEJAMENTO

    Esse tópico é ainda desconhecido para mim! Cada semana eu tentava encontrar um meio de estudar que mais se encaixasse com meu jeito de aprender e que fosse produtivo porque tempo é algo que você não tem! Quer dizer…você até tem, mas como são muitos assuntos acaba que se não se organizar, ele é perdido facilmente. Por isso, ano que vem vou buscar ferramentas que otimizem meu tempo de estudo e tornem mais tranquilo gerenciar os conteúdos! Aos poucos vou dividindo com vocês como estará sendo, certo?

    Até o próximo post!

  • Colégio,  Comportamento

    Seja o que for, venha o que vier.

    E se caso for
    Eu posso esperar
    A chuva passar
    Pra tudo recomeçar


    Bilhetes,Tiago Iorc.

    Estive muito ausente aqui no blog devido as prioridades do estudo. Como sabiam, eu estava no cursinho me preparando para os vestibulares, principalmente, o ENEM. Nesse post de retorno, decidi contar um pouquinho da minha trajetória, para que assim, quem sabe, possa de alguma maneira, ajudar alguém aí do outro lado.

    Quando escolhi prestar Medicina, eu ainda era muito pequena e nem sonhava com o que aquela escolha me reservava. Hoje, entendo que ao optar por um curso concorrido, tive que abdicar de muita coisa e que essa escolha exigiu de mim empenho e muita resiliência.

    Eu gostaria de dizer que sempre acreditei em mim e no meu potencial, mas não seria verdade. Não é fácil perder e se decepcionar com os resultados negativos do vestibular. Entender que você se esforçou mas não foi o suficiente é muito frustrante.

    Para minha sorte, tive pessoas ao meu lado durante a caminhada que me elevavam emocionalmente e que, sempre que podiam, carregavam-me no colo. Sei que cada pessoa é singular e, desse modo, terá uma experiência única sobre o período de vestibular, mas o que eu posso dizer é que agregar pessoas e energias positivas no processo é a chave para conseguir transpor vários desafios na rotina.

    Nesse um ano e meio de estudos focados, tive que correr atrás de alguns prejuízos, aprimorar alguns conhecimentos e principalmente, conhecer quem eu era como estudante. Em meio a tantas derrotas, a Karen pequenininha que um dia falou aos pais que queria ser médica – aonde é que ela estava? Tinha se perdido. Nesses últimos seis meses, tentei reencontrá-la.

    Mais uma vez, para minha sorte, ela estava em mim, esse tempo todo, querendo ser resgatada. E, em um vestibular de Medicina, no meio do ano, essa garotinha resolveu aparecer. Nós nos demos as mãos e entramos juntas na prova. Que dupla!

    Bem, eu sempre acreditei que tudo tem a hora e momento certos para acontecer e, nesse vestibular tudo parecia está certo sabe? Eu tinha me encontrado e as coisas estavam fluindo bem. Mas confesso que, durante a caminhada, por vezes desejei controlar a ordem das coisas e adiantar minha aprovação ou mesmo, moldá-la às minhas preferências. Quem nunca não é mesmo? Ouvi dizer que Deus sorrir ao ver o homem fazer planos, afinal, quem somos nós e o que são nossos desejos diante da vontade Dele? Esperar Nele é sempre melhor.

    Comecei esse texto com um trecho de uma música que é muito especial, pois ela marcou, praticamente, todos os dias de preparação desse ano.

    Quantas vezes eu já chorei ouvindo os versos dessa canção e me pegava perguntando e se caso for ( de não passar de novo) , eu posso esperar?? Eu conseguiria esperar meu sonho por quanto tempo? Me recordo que, assim que a canção terminava, eu estava em paz com minha batalha diária e sabia lá no fundo que, como na letra, eu esperaria a chuva passar, para assim, recomeçar, e sim, “e se caso for, eu posso esperar.”

    Para você, leitor, que chegou até aqui, pois bem, eu acabei passando nesse vestibular. Soube durante um almoço por minhas amigas que correram para me dar a notícia, e mesmo agora, ainda não caiu a ficha.

    Sabe, “às vezes não tem outro jeito, o jeito é seguir” e arriscar, pois a escalada é árdua ( e quem tenta, sabe quão difícil ela se torna) mas a vista, a essa vista, meus amigos, é espetacular.

    Espero do fundo do meu coração, que se você escolher subir também, que alcance o topo o quanto antes e assim como eu, a veja. O lema do meu blog não é à toa, a vida é e sempre será, um universo de possibilidades. Creia. Tudo vai dar certo.

  • Colégio,  Comportamento

    meu terceiro ano – dicas, desabafos e gratidão!

    Hey galerous!

    Como prometido desde o ano passado, eu iria dividir aqui no blog com vocês a minha experiência pessoal durante o último ano do ensino médio! Lembrando ( que nem as youtubers hihi) que em 2017 eu compartilhei minhas expectativas (clica aqui) e realidades (clica aqui) sobre o terceirão, e vale a pena conferir, até mesmo antes de ler este post agora. Acontece que estava devendo esse resumão da vida escolar, mas só agora me senti pronta para expor e falar a respeito. Espero que compreendam a demora.

    Como falei aqui, começar este ano não foi uma tarefa fácil. Sem rumo e perspectivas de futuro, o ano de 2018 começou confuso; Agora, ele está tomando as diretrizes que compete a vida lidar, e eu vou seguindo o baile nesse ritmo agitado e frenético de ser uma vestibulanda. Sem mais delongas, simbora pro textão!


    Primeiramente ( afinal, tudo se começa assim, com o primeiro passo), euzinha sempre esperei com alegria o terceiro ano do ensino médio. Os filmes sempre ajudaram nesse pensamento iludido e bem alienado, confesso. Hoje, depois de ter encerrado a vida no colégio, posso te garantir que você não deve querer  apressar nada, muito menos o ano final da escola. Cada fase é única, e PRECISA ser vivida intensamente. Ponto.

    As cobranças apertam mais, de tudo quanto é lado surgem questionamentos : seus, deles, nossos, até do papagaio. Pressão e inseguranças caminham ao seu lado, mesmo que você não as carregue dentro de si ( o que na minha opinião, é o mais inteligente a se fazer); a carga horária realmente é puxada como dizem, mas quando se tem essa rotina, você acaba se acostumando e nem percebe o quanto de tempo da sua semana você está passando ( ou melhor, vivendo/existindo/sobrevivendo/tá parei) no colégio.

    No meu caso, lembrando que tudo aqui é descrito unicamente na minha visão, tive que aprender a lidar na marra com colegas estressados e pilhados com vestibular e que infelizmente estavam lá para disseminar o estresse e loucura para os demais; por favor, não sejam essas pessoas; outras professores porém, talvez até pior, faziam questão de destacar alguns cursos/conteúdos em detrimento de outros, o que na minha opinião é uma grande furada, e só gera conflitos internos entre os alunos. Além claro, de problemas e transtornos externos que dia após dia, deixavam a rotina mais hard, e se eu posso te dar um conselho bom é : tente levar tudo com leveza, caso contrário, o ambiente pode ser tóxico demais.

    AINDA BEM que algumas pessoas/situações são rosas (eu tentando ser fofa com o ditado popular). Tive a benção de conviver com pessoas incríveis de maravilhosas, que me puxavam sempre com suas palavras, gestos e olhares, do piloto automático. Tive professores (team do coração que posso contar no dedo) que foram além de profissionais decentes e comprometidos, eram meus mentores de vida e alma! Porque vamos combinar que o colégio é só uma parte fundamental de um ecossistema muito maior, e entender que há um propósito em aprender e absorver conhecimento, e  nos lembrar que somos capazes de correr atrás dos nossos sonhos é muito motivador!  Obrigada.

    Sobre as amizades, bem, tenho que adiantar a vocês que nessa reta final de colégio, só os bons permanecem. Para muitas pessoas, o universo de vestibular é uma eterna competição. Infelizmente para essas pessoas, o colega/amigo do lado sempre será um concorrente, e fica difícil desenvolver qualquer vínculo maior de interação que um simples convívio em sala. Pior ainda se vocês almejam a mesma faculdade ou curso. Por isso, aconselho a não ligar muito para os olheiros e sugadores de plantão, coitados, o desespero transforma as pessoas. Ofereça ajuda, uma palavra de afeto, vai fazer um bem danado a ambos. E mais uma vez, não ligue para isso, o que é para ser seu é seu e fulano não tem esse “poder” todo não!

    Aprendi no terceiro ano que o que plantamos, nós colhemos, e isso não só é visto na aprovação não. Cada dificuldade vencida, rendimento aprimorado, saúde mental sobre controle, etc, são conquistas e aprendizados que os números e pontuações de provas ocultam, e euzinha aqui quero exaltar! O terceirão é um ano de amadurecimento para a vida, e não acaba quando o ano termina, se leva consigo para sempre. Por isso, se você que está me lendo está começando seu último ano do colégio, saiba priorizar seu coração e bem estar, pois estes bem encaminhados, os estudos terão consistência!

    Note que não adentrei muito em rotina de estudos ou algo do tipo, afinal o foco realmente foi dividir com vocês o que esteve por trás de um ano de muito esforço e dedicação de uma aluna/produtora de conteúdo que vos escreve nesse momento ( pena que não no seu momento de leitura hihi mas o que vale é o efeito desta ideia na minha cabecinha de escritora) que passou por essas experiências e adquiriu bagagem para trilhar voos mais altos neste ano. Tudo é aprendizado, entendam isso. Eu estou tentando entender e sabe de uma coisa? É fortalecedor.

    Espero que tenham gostado desse resumão de sentimentos e que levem algo de bom para a vida de vocês disso tudo. Um beijo florido e até o próximo post!

    SOBRE O QUE VOCÊ GOSTARIA DE LER?

    ( deixe nos comentários para eu ficar por dentro)

     

     

     

     

     

  • Colégio

    Terra prometida – ENEM 2017

    HEY galerous!

    Estamos ( estudantes, e uma galera que faz Enem hihi) na reta final deste exame educacional. Neste, e o no outro domingo, nov 2017, estaremos realizando a prova mais importante de nossas vidas. Ela será a  janela do nosso futuro daqui para frente, que será aberta no momento que preenchermos com o nosso nome, o cartão de respostas. Segundo meu professor de história, a vaga já é sua, basta oficializar mostrando seu potencial em responder questões ou dissertando sobre um tema mirabolante.

    Nesses últimos dias de sua velha vida, pré-enem, busque recordar o quão dedicado você tem sido desde o momento que a largada foi deflagrada. Foi ontem. Foi em julho. Foi em janeiro. Não importa, pois se entende que estamos sendo preparados desde quando entramos nesse universo escolar, portanto, se há uma coisa que nos define é preparação. O colégio por meio de inúmeros simulados – já parou para contar o total de questões feitas até agora, por você?– testes, revisões, etc, tentou reproduzir este dia de ENEM várias vezes.

    Pois é, 180 questões e uma redação? Mole, você já fez isso o ano todo. Por isso, não tema a prova, ela será igual a todas as outras, só que melhor. Melhor porque é ela que será responsável por apertar o START  da sua nova vida de universitário. Muitos pensam que o colega do lado é seu maior concorrente,  digo-te, é mito. Mesmo com tanta dedicação e estudo, alguns costumam depositar a culpa sobre o outro, o externo. Todavia, o que define sua aprovação é o SEU desempenho, e no fim das contas como  o coleguinha foi, não interessa.

    Segundo um autor misterioso do senso comum, não queira ser o melhor do piores, mas sim, o melhor entre os melhores, portanto, alegre-se com o sucesso alheio, aprenda a vibrar pelo outro, que a sua vez de comemorar se aproxima, e a sua conquista não tem preço e não precisa ser comparada! Deus sonha junto com você, e do teu lado sempre estará. Mais uma vez, não tema o futuro, faça das adversidades do presente, trampolins das alegrias do amanhã. Espero que tanto vocês que me leem, como eu, compreendamos o real sentido de estarmos prestando um vestibular : lutando pela realização dos nossos sonhos, e que no fim de tudo isso, possamos nos orgulhar da trajetória construída.

    Beijos floridos,

    Karen Letícia.

     

     

     

  • Colégio

    Mitos e verdades do Terceiro ano!

    HEY!

    Eu sempre imaginei o terceiro ano como “o ano” do colégio, aquele que tudo seria meio High School Musical entende? Não existiria turma acima de nós, e de certa maneira, seríamos os maiorais! Eu saberia de todos os conteúdos e sim, dominaria todos eles. Gabaritar os testes *fingindo costume* seria algo rotineiro, afinal, uma boa vestibulanda é assim né? A carga horária seria pesadíssima, temendo até levar o colchão e travesseiro alguns dias. Os professores tornariam-se nossos melhores amigos, porque bem, eu pensava que o terceirão teria uma boa moralzinha com eles…

    O ano está acabando e agora me dei conta  que não houve muita diferença das séries anteriores, e para sua infelicidade, as coisas não correram segundo os planos acima.  Na verdade, as mesmas adversidades, cansaços e reclamações como qualquer  série, ainda ocorrem todos os dias –  e os professores ? Alguns serão seus brothers, outros só vão te lembrar sempre que puderem que você precisa estudar! haha

    O que ninguém fala para você, e que por meio deste post queria deixar bem claro é :   o que torna o último ano diferente, não são essas idealizações, mas sim, porque ele é o último ano do colégio. 

    Sabe, não terá mais “próximo ano a gente se vê” ou “mesma turma ano que viu?”, a  verdade é que a maioria das pessoas que estudaram contigo todos esses anos não farão mais parte do seu convívio daqui pra frente, e sim, pode soar muito pessimista, mas a verdade é que cada um seguirá o seu caminho, e muitas das vezes, estes não coincidem. Aquele menino do fundo da sala, pois é, você não vai mais lembrar o nome dele ou daquela colega de quem você  sempre pedia quase que toda manhã a tesoura.

    Aos poucos, restarão na sua memória aquilo e aqueles que realmente lhe marcaram de alguma maneira especial – seja isso ruim ou bom. Quando você menos esperar, no supermercado na seção de frios comprando iogurte sem lactose, vai dar de cara com aquele seu amigo do intervalo com quem você conversava sobre tudo, e que quando se encontrarem, ficarão se perguntando porque não se falam mais…

    A vida vai dar diversas voltas, e aqueles amigos que durarem, falam-me que a gente leva para a vida toda. Bem, eu ainda não terminei o ensino médio, e muitas ideias já foram desconstruídas como puderam ver, mas do fundo do meu coração, espero que esta última seja verdade. Desejo guardar no meu coração cada um que fez deste ano, um ano melhor na minha vida. Aqueles que deixaram minhas manhãs alegres  e que quando para baixo, buscaram-me para um patamar acima. Quero ter na lembrança todos que estiveram comigo nesta caminhada.

    Ahhh, sobre aquilo de ser uma “boa vestibulanda” do início, vou deixar para um post a parte explicar e dividir com vocês como está sendo esta emocionante rotina e estilo de vida temporário na minha vida, mas resumidamente aqui queria deixar claro que não temam o vestibular ou nosso parça ENEM, eles são parte inevitável e essencial de tudo isso, são eles as portas e janelas para o início de um belo ciclo que se inicia logo após o fim deste. Por isso, aproveitem ao máximo cada etapa, ela é única e não volta para replay.

    Beijos floridos, e até o próximo!

    Karen Letícia

     

    Deixe seu comentário abaixo!

  • Colégio

    MEU MATERIAL ESCOLAR 2017

    HEY galerous!

    Se tem uma coisa que eu gosto é comprar material escolar! Mas talvez, até mais que isso, seja assistir vídeo ou ler posts sobre isso haha Confesso que já assisti todos os vídeos desse youtube de meninas mostrando mochila, cadernos, DIYs e tantos outros itens escolares que irão usar neste ano. Então postei no stories do Instagram ( aproveita e me segue lá) se vocês gostariam de ver meu material tbm, e recebi um feedback maravilhoso! uhu

    O que significa duas coisas : a primeira é que vocês são tão viciadas quanto eu sobre esse assunto! hahaha E a segunda é que o post de hoje será destinado a compartilhar com vocês o meu material! Ahh…e de quebra, um “faça você mesmo” super bacana para personalizar as capas dos cadernos, então bora lá?

    O estojo vai ser o mesmo do ano passado, porque sim, sou dessas que reutilizam as coisas! #quemnever Acho muito linda a estampa, estilo tribal que nesse verão vem com tudo. Os pompons no zíper dão movimento e mais fofura ao item! Um ponto positivo é que ele é bem espaçoso, o que ajuda na hora de levar os  demais materiais.

    Um item fofurinha deste ano é com certeza minha agenda/bullet journal! Ela é estilo moleskine, e era exatamente o que eu estava procurando. As folhas são amarelas e com linhas, ou seja, bem retrô. A capa é de tecido com essa estampa floral super meiga. Vou usá-la tanto para controle de atividades e trabalhos, como também como um bullet journal, onde irei listar os compromissos e afins da semana.

    Meus itens de papelaria que vão dentro do estojo, todos dispostos a vista. Podem ver que fui bem colorida em minhas escolhas, o que trouxe uma carga de alegria aos materiais! uhu Bem…post-it não pode faltar e nem os marca texto coloridos, sou apaixonada. Canetinhas coloridas também não, porque quem me conhece sabe que gosto de deixar as anotações arrumadinhas e cheias de cor!

    Por fim, trouxe para vocês um dica bem legal de personalização de cadernos! Todo ano eu invento algum jeito de decorar as capas. Ano passado, desenhei em todas com canetinha permanente preta. Em 2017, quis fazer algo diferente, e o resultado ficou assim : capas lindas e exclusivas! ahhhhh muito amor envolvido!

    Para o DIY, você vai recorrer as imagens e ilustrações do Pinterest  porque são muito lindas, e a grande maioria delas são em alta resolução. Escolhi as minhas preferidas, e levei a uma gráfica aqui da minha cidade, na qual a impressão foi em folha adesiva, e custou R$ 3,50 cada. A aplicação na capa é bem fácil.


    Espero de coração que tenham gostado do post! Que o nosso ano letivo seja recheado de coisas boas e que saibamos usar do nosso material com zelo tá? hahaha Aproveitem as dicas e inspirações da melhor maneira possível. Boas aulas!

    Beijos floridos,

    Karen Letícia.

  • Colégio

    NEWS! – Terceiro ano, material escolar, DIY, planner 2017 e muito MAIS!

    Queridos leitores,

    Estamos em pleno “último mês” em férias…ai ai, janeiro! O que dizer quando psicologicamente não estamos preparados para retornar ao universo escolar com suas peculiaridades e monotonias? Não é fácil, sabe? Principalmente quando se vai encarar nada mais, nada menos, que o terceiro ano do ensino médio. Sim, o último ano do colégio!

    Tem algo mágico em tudo isso. Passamos a vida inteira saltando de série em série em busca de novos desafios e aventuras. A cada salto, um novo aprendizado nos é dado, o qual levamos além de um simples teste do colégio. O que vivenciamos e aprendemos, levamos para a nossa vida.

    Agora indo para o terceiro ano, vejo o quanto mudei até chegar aqui. Nesse sentido, vejo que o ser humano é capaz de grandes coisas e uma delas é sua habilidade de se aprimorar. Exatamente isso que foi posto em prática todos esses anos acadêmicos, e hoje colho os frutos desse crescimento.

    Estou meio nostálgica nesse começo das aulas, até porque  será o último. Os próximos “primeiros dias” serão ocupados por outros afazeres : faculdade, estágio, trabalho…resumindo, vida adulta. Claro que são bons, mas não possuem o abraço acolhedor e reconfortante que a escola proporciona. Enfim, espero que seja um ano inesquecível e cheio de amor para mim, e para todos que irão voltar as aulas!

    É seguindo essa vibe que adianto a vocês que provavelmente estarei compartilhando por aqui dicas e personalizações de material escolar! uhuu espero que gostem! Afinal, essa fase de comprar material e deixá-lo com a nossa cara é muito gostosa e eu sempre faço, mas nunca tinha postado aqui no blog! Ahhh e como meus planners sempre fazem um sucesso danado de downloads, também teremos viu?

    Fiquem ligadinhos, e até o próximo!

    Beijos floridos,

    Karen Letícia.

  • Colégio,  Para Baixar

    Para Baixar – Roteiro de Estudo semanal!

    Queridas Flores rosadas,

    Lembram daquela tabela de organização semanal que eu criei? ( clique aqui, caso você ainda não viu). Muita gente adorou e acabou baixando. São simples coisas que tornam a nossa vida muita mais tranquila e organizada, não é mesmo?

    Como o retorno foi ótimo, resolvi fazer uma outra tabelinha! Só que dessa vez, o propósito é outro.

    A tabela anterior, como eu disse era para organizar a vida, ou seja, preencher com horários de compromissos, aulas do colégio, aniversários, lembretes, etc!

    Todavia, essa agora é um roteiro de estudo. “Como assim?” Haha. Bem, muita gente pede para eu dar dicas de como estudar, tipo:  quantas horas devemos estudar? Qual o melhor jeito de aprender? Escrever mais ou ler mais ? E inúmeras outras perguntinhas.

     Porém, às vezes não consigo dar conta de responder a todas, então tentarei postar mais sobre ” estudos”, ok? Já que está sendo um tema muito pedido aqui no blog.  Dessa forma, começando os posts sobre esse tema, resolvi compartilhar com vocês o jeito que eu me organizo para conseguir equilibrar minha rotina corrida com os estudos. Eu sei que é uma tarefa árdua, mas com essa dica…hum…não vai mais ser  uma dor de cabeça para ninguém, eu garanto.

    Claro, que pode não funcionar para vocês, do mesmo jeito que funciona para mim, mas não custa tentar, pois quem sabe não se encaixa perfeitamente no que você precisa. Continuando, eu fazia esse roteiro no caderno mesmo, mas como adoro fazer tamplates, edições e montagens, juntei o útil ao agradável, e desenvolvi um roteiro personalizado. Que além de ser mega prático e útil, ainda tem um belo desing, o que me incentiva a estudar cada vez mais! Vamos conferir?

    SDSDWEWEWE

Pular para a barra de ferramentas