Resenha – A garota que você deixou pra trás da Jojo Moyes

HEY galerous!

Voltando a blog depois de algum tempo…e aí, sentiram minha falta? Estive bastante ausente por aqui, eu sei. Pretendo agendar alguns posts que farei hoje e aos poucos ir postando para vocês, a fim de que o blog não fique sem conteúdo. Mas…voltando para o assunto real oficial deste post : resenha literária! AHHHH

Você que me acompanha há mais tempo, sabe que este livro esteve em um book haul ( há mil anos atrás) e sim, por incrível que pareça, eu só fui lê-lo agora. Tinha começado, desisti, e nesse mês de abril coloquei como meta iniciar  de novo e dessa vez terminá-lo. Como de costume, assim que terminados, os livros vem pra cá e ganham vida através das resenhas, e com esse, não seria diferente!

  • Título : A garota que você deixou pra trás.
  • Autor :  Jojo Moyes.
  • Editora : Intrínseca
  • Ilustrações :
  • Preço Aproximado : Uns R$ 30,00 a R$ 40,00.
  • Número de Páginas : 384 páginas.

O livro conta duas histórias que se passam em épocas distintas, mas que se entrelaçam devido a um bem material em comum : um retrato artístico, chamado “A garota que você deixou pra trás”. A primeira metade do livro acontece durante a Primeira guerra mundial, e fala a respeito da árdua e exaustiva vida da francesa Sophie L. e sua família. Devido ao conflito, seu marido é levado ao Front  de combate, onde corre risco constante de vida.

Cabe então a ela ser forte e aguentar a saudade ( sentimento esse, que nos envolve durante todo o livro. A vocês que lerem, irão ver que é de arrepiar a magnitude da força que o amor pode alcançar), e o que resta de lembrança sãos suas memórias e um quadro que ele pintou dela mesma. Além disso, outros problemas como escassez de comida e a presença do inimigo : os alemães, fomentam mais tensão ao enredo.

Processed with VSCO with a5 preset

Em outro momento, o livro acelera e nos leva ao presente, com a história de Olivia H. Uma jovem moça que ainda não conseguiu lidar completamente com a dor da perder de seu marido. Um casamento marcado por uma fatalidade a bloqueia de sentir qualquer coisa; se isola em sua casa de vidro com teto retrátil ( ULÁLÁ) ..até o momento em que sua vida vira de pernas por ar! Ela está sendo processada por ter adquirido um quadro roubado, e precisa devolver aos verdadeiros donos. AÍ QUE FICA QUENTE! O livro aborda um dilema de mão dupla sobre as visões por trás de quem possui o bem, e aqueles que “por direito” deveriam possui-lo.

Óbvio que me conterei em não revelar o desfecho da trama. Relax baby! O que posso dizer é que durante o desenrolar da ação judicial, muitas verdades irão surgir, e são reveladas como um estouro! Quando você menos esperar, ou já entregar os pontos, a história te revira toda, e lhe alimenta com esperança. Talvez, tenha sido isso que me encantou, e que me fizera perder o fôlego de tanto chorar.

Processed with VSCO with a5 preset

As duas protagonistas do livro nos inspiram a defender nossos princípios e vontades mesmo quando não temos apoio de ninguém,  e pelo contrário, ouvimos críticas e negações em cima delas; ensinam que cair é normal, mas levantar é o passo seguinte, porque conseguimos levar o barco; ensinam a ter coragem e determinação em lutar pelos sonhos e por fim, arriscar todas as fichas naqueles que amamos. Espero que se tiverem a oportunidade, leiam essa história e busquem absorver os ensinamentos que ela oferece, são muitos.

Beijos floridos,

Karen Letícia.

Resenha – A menina que colecionava borboletas da Bruna Vieira! + Playlist do livro!

Queridos leitores,

A correria do dia a dia somada com os conteúdos do colégio e mais outras atividades, preenchem as horas do meu dia! Acontece que quando sobra um tempinho, além de atualizar minhas redes sociais e conversar no chat, procuro descansar minha mente com leituras leves e gostosas.

Entre uma pausa e outra, quase sempre puxo da minha estante um  livro, a fim de viajar um pouco dessa dimensão que às vezes está tão preta e branca. O escolhido da vez foi esse, e quem me acompanha há um tempo, sabe que eu estava devendo uma resenha dele por aqui…

IMG_20160728_105547

clogo (8)

  • Título : A menina que colecionava borboletas
  • Autor :  Bruna Vieira 
  • Editora : Gutenberg.
  • Ilustrações : Malena Flores 
  • Preço Aproximado : Uns R$ 20,00 a R$ 30,00.
  • Número de Páginas : 151 páginas.

São nesses dias que “A menina que colecionava borboletas” me transporta para dentro do meu coração e me faz entender, ou ao menos tranquilizar os meus sentimentos borbulhantes. É engraçado como simples palavras trocadas, onde experiências são divididas, nos auxiliam a resolver nossos anseios e aflições.

2016-07-28-10-34-25

A Bruna, por meio de suas crônicas, ao todo são 48, trouxe conselhos e lições, além de muitos “sacode menina” para reforçar o quão belas e fortes  nós somos, e que esses mimimis que hoje parecem o fim ( fim de relacionamento, amores platônicos, falsianes, inseguranças, bulliyng etc),  são apenas pequenos recomeços, e de maneira indireta nos ajudam a formar nossa personalidade. Quando o fim realmente chegar, terão feito parte de quem você foi.

20160728-1093029497

Os capítulos são autônomos entre si, ou seja, podem ser lidos de maneira independente, sem perda de contexto.  Por essa razão, adoro deixar o destino me guiar e abrir aleatoriamente em alguma página ( sempre dá certo!).

Além de tudo isso mencionado,  o livro ainda tem um bônus de ser mega lindo! ( detalhe bobo, mas fofo! haha) Quando fui tirar essas fotos, fiquei apaixonada e vocês? A capa é uma delicadeza só, e as ilustrações internas não ficam atrás!

IMG_20160728_105736

Para encerrar, devo acrescentar que a Bruna ainda teve a delicadeza de montar uma playlist recheada de músicas incríveis, para serem ouvidas enquanto lemos os belos textos. Dessa forma, achei que seria bacana adicionar a essa resenha, pois assim vocês quando forem ler, é só entrar no blog e dá o play!

Beijos floridos,

Karen Letícia.

Resenha – O Teorema Katherine do John Green

Queridos leitores,

Agora em férias, estou me focando para ler os livros que tanto adiei a leitura durante o ano ou dando atenção áqueles que a correria não permitia…Dessa forma, muitas resenhas estão por vim, aguardem!

Bem, mais uma vez o John me encantou com uma trama ( bem crazy, por sinal) e muito bem elaborada, com aquele ar “intelectual” que não tem como não se apaixonar pelos personagens e todo o contexto que eles estão incluídos. Inclusive, esse livro conta com os rodapés mais instrucionais que eu já vi. haha

clogo (8)

  • Título : O Teorema Katherine.
  • Autor :  John Green.
  • Editora : Intriseca.
  • Preço Aproximado : Uns R$ 30,00 a R$ 35,00.
  • Número de Páginas : 304 páginas.

661

Nossa história começa com o fim do relacionamento de Colin, personagem principal, com sua nonagésima namorada, chamada Katherine. Sim, tenho que reforçar que todas as suas ex namoradas, atual e futuras sempre terão o mesmo nome : KATHERINE. Não estamos falando de Karina, Katarina ou muito menos Karen, e sim, Katherine.

Colin é   muito inteligente, e suas frases e ações veem acompanhadas quase sempre por um anagrama ( que só lendo o livro para compreende-las, e as vezes, nem assim), mas que resumindo, são organizações diferentes das palavras, e que no contexto, ganham novos significados. A partir dos trejeitos que o autor fornece sobre ele, nota-se que possuiu grande dificuldade de se relacionar com as pessoas, e isso fico mais evidente em relação a sua vida amorosa ( ele sempre leva o pé na bunda).

Seu maior sonho é se tornar um gênio, e para isso, precisa fazer algo grandioso ( estupendo) para que todos notem suas habilidades intelectuais ( como falar latim fluente, tá?). E com essa motivação ( e desculpa) ele pega o carro junto com seu amigo Hassan e se jogam na estrada sem destino certo! Mas que no fim das contas, de um jeito torto, é o que conserta tudo.

660

Até que sem pretensão nenhuma, eles param e ficam por um tempo numa cidadizinha do interior, onde descobrem que a vida é muito além de “ganhar um prêmil Nobel” ou “ser importante, lembrado”, na verdade, construir laços com as pessoas é a melhor forma de não ficar sozinho nesse mundo.

Ou seja, mas vale se permitir amar e ser amado, do que se fechar no seu casulo e esquecer do resto. E aí que entra a Lindsey, uma garota muito bacana e que tem uma mãe super auto austral e um namorado cafajeste…muita coisa vai rolar! E outra, quando você menos espera, uma nova paixão pode surgir. O amor é um pouco complicado, mas os horizontes se abrem quando não se está obcecado em encontrar uma Katherine perfeita…

E no decorrer desse enredo cheio de aventuras, amor e muitos anagramas, o Colin arranja tempo para se dedicar a uma projeto, o chamado “Teorema Katherine” que consiste em provar através de cálculos matemáticos quem é mais provável de terminar o namoro (já imaginou? Ui).

clogo (9)

De 1 a 5…minha nota é 5, porque todo esse contexto do livro me motivou a querer saber como a história iria terminar, e para minha sorte, amei o desfecho…espero que vocês também! Gostou da resenha? Então compartilha em todas as redes sociais!

Qual a sua opinião sobre o livro? Deixe nos comentários abaixo, e bora conversar sobre!

Beijos floridos,

Resenha – Livro do Bem da Indiretas do Bem.

Queridos leitores,

Lembram do meu último (e também primeiro, haha) Book haul? clica aqui para ver, caso não tenha visto! E um dos livros que mostrei, foi justamente esse, o Livro do Bem, e que tentei não esticar muito naquele post, pois queria fazer uma resenha mais detalhada, pois esse é um livro que eu tenho um enorme carinho, e com certeza vou guardar para sempre…os motivos, vocês já vão entender porque.

Havia lido diversas resenhas a respeito, e me encantei perdidamente pela temática, ou seja, pela proposta do leitor escrever e soltar a imaginação com as tantas, vamos assim dizer, ‘atividades’ que o livro trás, que abordam questões do nosso cotidiano e vida pessoal de uma maneira muito delicada e  criativa.

Além de que, trata-se de um livro nacional, das escritoras Ariane Freitas e da Jessica Grecco, e que tem uma uma ‘pegada’ semelhante a do “Destrua esse Diário”, porém nesse caso, a última coisa que você vai querer fazer é destruí-lo, porque esse livro é uma FOFURA DE FOFO e claro que eu não podia deixar de resenhá-lo aqui no CR, então, vamos lá? 

clogo (8)

  • Título : O Livro do Bem.
  • Autor :  Ariane Freitas e Jessica Grecco.
  • Editora : Gutenberg.
  • Preço Aproximado : Uns R$ 20,00 a R$ 30,00.
  • Número de Páginas : várias, baby…( não é numerado).

~preencher com coisas que te inspiram ~

Cada página é recheada de letras lindas com frases de cair o queixo de tão perfeitas! É como se as autoras quisessem dar uma indireta, “do bem” o tempo todo! hahaha ( trocadilhos da Kah ) O que não é de se estranhar, pois elas são donas da famosa página do facebook – Indiretas do BemDessa forma, indiretas são com elas mesmo, e nesse gancho, já aviso que a cada página, você irá se surpreender tanto com as frases, como com as propostas, pois ambas  tornarão seu dia mais leve!

(mais…)

Resenha – As Rosas Inglesas por Madonna, vol. 1

Queridos leitores,

Estou demorando para atualizar o blog, pois com toda a correria (sim, já acabaram minhas férias maravilhosamente incríveis) e agora estou sem tempo para produzir conteúdo para vocês, aff! Sinceramente, eu acho que pelo tanto de coisas que eu faço e preciso fazer no decorrer do dia, para eu dar conta de tudo seria necessário acrescentar mais horas ao meu dia, sabe? hahaha

 Por isso, já adianto que teremos posts, mas não com tanta regularidade como estava ocorrendo durante meu recesso, tudo bem?

GFTTRTRT

E para o post de hoje resolvi compartilhar com vocês a resenha de um livro muito especial na minha vida, pois marcou uma das minhas fases mais inesquecíveis e incríveis: a infância! 

Ganhei quando tinha uns oito anos da minha mamãe  e me encantei com a beleza da capa e dos desenhos, e aos poucos com a leitura fui descobrindo um universo de coisas que me ajudaram a ser mais forte e amar a mim mesma, e  hoje, contarei a vocês.

clogo (8)

  • Título : As Rosas Inglesas – Amigas para Sempre.
  • Autor :  Madonna Ritchie! ( sim, é a Madonna gente! hahaha)
  • Editora : Puffin Callaway.
  • Ilustrador : Jeffrey Fulvimari.
  • Preço Aproximado : Uns R$ 30,00 a R$ 40,00.
  • Número de Páginas : 96.

sdsdewewew

O livro é dividido em partes, e cada uma delas é destinado a uma das  Rosas Inglesas, das personagens. E nas páginas são relatados gostos, histórias engraçadas, paixões, segredos e muitas outras coisas a respeitos de cada uma.

O mais legal é que a partir da leitura você vai se reconhecendo em cada garota, e aos poucos percebe que não é só você que “faz isso ou faz aquilo”. Afinal, você não é a única que não consegue parar de roer as unhas ou tem frizz no cabelo! Haha

FDFDFDDFD

Por isso acredito que essa leitura foi muito fundamental para mim, pois através dela descobri que não ser perfeita não é algo negativo, na verdade, é algo relativo, porque uns te acharão linda  a medida que outros não.

(mais…)

Book Haul #1 – Livros novos!

  Queridas flores rosadas,

Lembram que eu comentei com vocês sobre os livros que eu estava desejando? (Clique aqui e veja) pois bem, eu consegui comprar alguns na livraria Saraiva, da ultima vez que fui a Salvador. Porém, esqueci-me de contar aqui no blog, #sorry.

Então mesmo assim “atrasado”, estou aqui para dividir os livros que me encantaram e que me fizerem gastar minhas economias…alguns estavam na wishlist, outros não, todavia na hora, chamaram-me atenção pelo enredo, pela capa ou pelo título. Como aquela frase mesmo diz “os fins justificam os meios” , ou seja, não importa o motivo da compra, se no fim, o livro valer a pena.

Espero que gostem, vamos lá?

Lista dos livros 

  1. De volta aos sonhos – (resenha).
  2. O livro do bem.
  3. A garota que você deixou pra trás.
  4. Revolução dos bichos.
  5. Morangos mofados.

  

O que eu espero encontrar…

  • De volta aos sonhos, Bruna Vieira.

Eu li, e  já não tenho “o que esperar” né? Mas se você ainda não, aconselho que veja a resenha completinha, mas claro, sem spoilers, porque ninguém merece! Haha porém, ao comprá-lo, fiquei apaixonada pela capa, além  da minha espera “quase mortal” por essa continuação, haha (mais…)

Resenha – De volta aos sonhos da Bruna Vieira

Queridas flores rosadas,

Não sei vocês, mas eu sou muito fã da Bruna Vieira….”eu sei, eu sei, vocês já sabem haha”. Desejo todos os livros dela, mas estou me focando apenas na sua série sobre “meu primeiro blog” ~ já comentei aqui no blog que não gosto muito de livros em série ~ mas essa me prendeu de vez! Acho que não gostava porque não havia encontrado até hoje uma com a qual eu me identifiquei com o enredo.

errerer24

clogo (8)

  • Título : De Volta aos Sonhos.
  • Autor :  Bruna Vieira.
  • Editora : Gutenberg.
  • Preço Aproximado : Uns R$ 20,00 a R$ 30,00.
  • Número de Páginas : 205.

Resenhando…

 A Bruna aborda  muito intrigantes e bem reais, ou seja, muitos deles eu já enfrentei e outros talvez irei passar um dia. Esse livro me trouxe novas perspectivas de ver o mundo, e  que antes, eu nem cogitava pensar. Dessa forma, aprendo enquanto leio as maluquices da Anita (e vou te contar, não são poucas! haha) .

 O “de volta aos quinze”, o primeiro exemplar da série, foi muito bom. E eu não poderia esperar nada além de uma continuação perfeita!

A história tem um magnetismo que me prendeu do início ao fim! Pois a linguagem não é cansativa, pelo contrário, é bem gostosa de se ler; a construção dos personagens é sensacional, além do contexto de “voltar ao passado como mágica” ser incrivelmente surreal!

Se bem, que nesse segundo livro, a questão das “voltas ao tempo” são questionadas, é tudo uma brincadeira ou de fato é algo mágico? Outra coisa bem bacana foi o surgimento do triângulo amoroso entre Anita, Henrique (agora com um nome artístico Rick) e o Joel. Vou confessar que meu coração ficou dividido entre os dois, como o da própria Anita. Mas como ela terá que ficar só com um…estou torcendo que seja #Anita&Henrique ❤️ haha

A grande questão que ronda a vida da protagonista e dos personagens a sua volta é a seguinte :

seguir seus sonhos e abdicar do grande amor da sua vidaou amar e abdicar dos sonhos”.

O que não é nada fácil de optar. Pois na verdade não deveríamos ter que escolher entre um ou o outro. Não precisa haver o “ou”, podemos ter ambos, ou pelo menos, deveríamos ter.

(mais…)

Resenha – Quem é Você, Alasca? do John Green

Queridas Flores Rosadas,

Como vocês já vem acompanhando, desde do começo do ano estou tentando ler mais, a fim de melhor minha escrita, fala, interpretação…e também porque é uma atividade muito prazerosa! Na aba lateral do blog, tem um cronograma chamado “leitura atual”, onde compartilho com vocês, leitoras, os livros que já terminei, e os que ainda estou lendo, como forma de dividir meus gostos literários, e para indicar títulos legais. Sempre que encerro uma leitura, aviso, e pergunto se querem resenha. Então, hoje, teremos a resenha do livro “Quem é você, Alasca?”! Vamos começar?

IMG_6420

clogo (8)

  • Título : Quem é você, Alasca?
  • Autor :  John Green
  • Editora : wmf Martins Fontes.
  • Ilustrador : sem imagens.
  • Preço Aproximado : Uns R$ 25,00 a R$ 30,00.
  • Número de Páginas : 229.

Resenhando…

Primeiramente queria alertar que eu AMEI esse livro, portanto elogios desacerbados (que com certeza virão), são apenas reflexos de uma leitora encantada com a habilidade que o John Green tem de escrever livros tão belos, com uma riqueza invejável em detalhes e montagem de personagens, histórias, conflitos, dramas…é simplesmente maravilhoso.

Depois dessa declaração nem um pouco discreta ao Sr. Green, vou dar continuidade ao objetivo do post, o livro! É relativamente recente, e já possui trilhões de capas diferentes, cada uma nos remete a uma “passagem”, vamos assim dizer do livro. Acho muito interessante, como uma capa muda a concepção do leitor sobre a obra. Porque vamos combinar que uma capa bonita, é tudo, não é mesmo? haha Claro que nem sempre isso procede…mas, tudo bem.

O contexto da história gira em torno de Miles, um rapaz solitário, sem muitos amigos (para não dizer logo, nenhum amigo), reservado, e que tem um conceito de diversão, um tanto peculiar…bem, ele gosta de decorar as últimas palavras ditas por pessoas relativamente importantes para a sociedade. Ou não, vai do momento. Até que um dia, ele “decide” estudar em um colégio interno, a Culver Creek. A princípio, seus pais não gostaram, mas depois compreenderam suas razões , essas que podem ser interpretadas através da frase de Miles : “Estou indo atrás do meu grande talvez”, e digamos que ele realmente encontrou.

fdffddfd

O desenrolar da história se passa nessa nova escola, onde Miles acaba fazendo amigos ( amigos de verdade), o “Coronel” e a tão especial Alasca (tão especial que o livro tem seu nome…por que será, em? haha).  Na minha opinião, não teria título melhor! Pois a questão toda é justamente descobrir quem ela é ou foi. Por mais que o autor tenha exposto sua personalidade bipolar, rebelde, nervosa…, ainda assim,   não a deciframos  por completo. Creio que  conhecemos apenas o que a própria Alasca quis mostrar.

(mais…)