• Livros e Resenhas

    Resenha – Branca dos Mortos e os Sete Zumbis de Fábio Yabu

    aAaAa

    Queridas Flores Rosadas,

    Resenha para vocês! Já faz um tempo que li esse livro, mas nunca tinha pensado em resenhá-lo aqui. Porém, como esse ano, estou com uma meta para bater de leitura, achei que fosse interessante, abordar mais sobre esse tema, que tanto está me alegrando. Livros. Reconheço que a maioria não é adepta a leitura, e no mundo em que vivemos, essa atividade vem perdendo espaço para a facilidade da televisão, computadores, tablet, celulares, eetc. Farei um post em breve a respeito de como a sociedade contemporânea tem se portado em relação a leitura. Aguardem. Vamos lá?

    asddsadwewew

    • Título : Branca dos Mortos e os Sete Zumbis.
    • Autor : Fábio Yabu. 
    • Editora : Globo Livros. 
    • Ilustrador : Michel Borges.
    • Preço Aproximado : Uns R$ 25,00 a R$ 30,00.
    • Número de Páginas : 198.

     


    O livro fala sobre…

    O livro tem uma proposta bastante diferente, e até, permita me dizer, ousada. E pelo que li, seu objetivo (do autor) foi claramente revirar e desestabilizar as convicções de verdade e fantasia do leitor. Nós crescemos ouvindo histórias dos nossos pais, avós, tias…os famosos contos de fadas. E por meio deles, aprendemos lições importantes, as singelas “morais”. Por exemplo, não se deve conversar com estranhos (principalmente se forem lobos maus haha); deve-se tomar cuidado com alimentos envenenados; que bruxas tem verruga no nariz; que todas as meninas vão achar um príncipe encantado…e diversas outras coisas.

    Porém o que nunca foi importante, foram as origens desses contos. Esses que por sua vez, estão vivos na memória de todos. Todavia, a história que você conhece, por exemplo, da Branca de Neve, é igual a que eu conheço? Às vezes, é. Mas pode não ser, pois como esses contos foram passados de geração em geração, é normal, que alguns detalhes tenham sido esquecidos, ou até, alterados. Portanto, não existe uma versão apenas, mas sim, diversas. Já que “quem conta um conto, aumenta um ponto”, não saberemos qual é a “correta” ou a mais verdadeira. E para falar a verdade, isso não importa.

    O que eu achei…