• Comportamento

    Até onde é brincadeira?

    Queridos leitores,

    Ultimamente as minhas aulas de sociologia vem abordando questões sobre bullying, preconceitos, racismo, etc, e como sou “ratinha de debates” aproveito essas chances para expor meu ponto de vista sobre o tema e soltar o verbo!

    Contudo, com o decorrer das aulas, percebi que é cada vez mais comum ouvir e presenciar atos como esses ( discriminação, injúria, bullying…) em nossas vidas, ou seja, atos que deveriam ser “raridade”, estão vivos em nosso cotidiano.

    Eu mesma, só tenho quinze anos e já tenho muitas  histórias super chatinhas para contar a respeito, mas o post não é direcionado a mim. Ouvindo alguns relatos, notei que muitas vezes, a maldade contidos nesse atos se camuflam nas simples situações do dia a dia, como um olhar malicioso, uma pergunta indelicada ou até mesmo um confronto direito.

    may 05 - 8pmthe wei zhou museum (1)

    Todo dia vemos nos noticiários notícias de roubo, assassinatos, violência sexual/física/moral e tantas outras. E a cada dia, nos deparamos com o pior do ser humano e nos fazemos a mesma pergunta de sempre. Vai melhorar? Aí que tá meus caros, estamos caminhando para um caminho ainda mais cruel.

    Isso porque ninguém faz NADA para mudar essa realidade! Só lembrando, as coisas não caem do céu, e para haver mudanças, muitos têm que se sacrificar, e então, você está disposto, pela causa?